Por assessoria | Postado em: 17/08 - 18:37
Famílias de produtores orgânicos de Santa Helena recebem Certificação Participativa da Ecovida

Um grupo de seis produtores, e uma agroindústria, recebeu os certificados pela Rede de Agroecologia Ecovida para produção primária vegetal com o cultivo de folhosas, temperos, legumes, frutas, raízes, tubérculos e chás. A agroindústria trabalha com a produção e venda de polpas de frutas. As famílias receberam a conhecida ‘Certificação Participativa’.

O evento de entrega de certificados ocorreu no distrito de São Clemente, em Santa Helena, na propriedade de Anair Cardoso e, além das entidades envolvidas diretamente, contou com a presença de vereadores e representantes da Administração Municipal.

As famílias fazem parte do núcleo da Associação Municipal dos Pequenos Produtores de Santa Helena (Ampas), denominado Vida Orgânica. O grupo Vida Orgânica integra a Rede Ecovida de Agroecologia e está inserido no núcleo Oeste do Paraná desde agosto de 2019. A orientação é feita pela técnica da Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (Biolabore), Maria Fabiana de Brito.

Certificados

Foram reorganizadas e inspecionadas para atender aos critérios exigidos, e agora certificadas as propriedades de Adão Manuel da Silva e Lucas Eduardo da Silva,  Anadir Fochezatto e Marcelo Barbosa, Diomira Maia da Silva e Miguel Algel Coronel Cabreira,  João Francisco Simonetti e Ivete Fremuller Simonetti,  Mariel Heleno Boico, Wendy Back e Anair Cardoso e Vanderlei Segatto.

 Este reconhecimento é importante porque possibilita o comércio de produtos de qualidade, tanto para Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) municipal e estadual, Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), feira municipal e demais mercados, segundo Maria Fabiana de Brito.

Uma das produtoras certificadas, Wendy Back, ressalta que iniciou a produção de pimentão orgânico em estufa. “É um dia muito importante. Foram muitas lutas por não utilizar agrotóxicos e pelo clima, mas estamos muito felizes pelo apoio e processo de certificação”, destaca.

Políticas públicas

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Volnei Grade, enfatiza que a Administração Municipal deve elaborar projetos para incentivo aos pequenos produtores, com participação dos orgânicos. “O objetivo é incentivar a comercialização. Nestes novos projetos vamos fomentar os programas para ajudar os pequenos produtores”, informa.

A presidente da Câmara de Vereadores, Fabrícia Bedendo, observa que há a disposição do Poder Legislativo para fomentar, junto ao Poder Executivo, a elaboração de um projeto de lei para incentivar o setor.

Incentivo e renda

A Biolabore apoia os agricultores e, neste momento tem um resultado positivo. “O produto orgânico oferece uma qualidade superior em seus teores nutricionais, além de a certificação ser uma questão social que possibilita mais renda aos produtores”, enfatiza o presidente da Biolabore, Douglas Kunz.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Flávio Back, todas as cadeias produtivas são importantes, mas os produtores orgânicos fazem uma diferença muito grande. “Nosso incentivo é para que mais produtores optem pela produção orgânica”, destaca.

Assessoramento

O grupo Vida Orgânica é assessorado pela Biolabore por intermédio de contrato com a Itaipu Binacional. É oferecido apoio na assessoria burocrática, de comercialização e produção, seguindo os princípios da agricultura orgânica.

Além disso, conforme entendimento do grupo, para que a produção agroecológica orgânica cresça é necessária a criação de políticas públicas específicas de incentivo tanto na parte produtiva, com recursos e maquinários, como de divulgação da relevância desse modo de produção para o meio ambiente e para a saúde humana.

 

Mais Notícias

Fale conosco
Rodovia PR 488, km 63 - Linha Novo Paraíso - Centro Avançado de Pesquisa (CAP) - Santa Helena - PR - CEP: 85.892-000
(45) 3268 3258
biolabore@gmail.com.br
Biolabore Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná
Todos os direitos reservados
Desenvolvido por 4aw